Isabelia pulchella

 

Hoje vou falar de mais uma planta espetacular. Mais uma das tantas plantas que admiro e cultivo com muito carinho. Uma planta de flor pequena que homenageia uma grande mulher. Uma micro-orquídea encantadora e cativante. Uma planta diminuta que esbanja charme e delicadeza, com um gigantesco poder de sedução. Estou falando da Isabelia pulchella…

 

… meu xodó cor-de-rosa

 

 

Isabelia é um gênero botânico pertencente à família Orchidaceae, proposto em 1877 pelo engenheiro, botânico e naturalista João Barbosa Rodrigues (1842 – 1909).

 

João Barbosa Rodrigues

Imagem retirada da internet – Site:
http://www.snipview.com/q/brazilian_zoologists

 

 

Nascido no Rio de Janeiro e criado em Campanha, no interior de Minas Gerais, ele foi um dos maiores cientistas brasileiros de todos os tempos. Obcecado por conhecimento, estudou e trabalhou com antropologia, arqueologia, química, farmácia, etnografia, linguística e botânica, com grande ênfase na família Orchidaceae.

Barbosa Rodrigues, como ficou mundialmente conhecido, organizou e dirigiu o Jardim Botânico de Manaus, e posteriormente tornou-se diretor do Jardim Botânico do Rio de Janeiro. Sua obra mais importante foi um trabalho sobre orquídeas, em três volumes, “Genera et species orchidearum novarum”, publicado em 1881.

 

Resultado de imagem para Jardim Botânico do Rio de Janeiro

Jardim Botânico do Rio de Janeiro

Foto retirada da internet – Site:
https://viagemeturismo.abril.com.br/atracao/jardim-botanico-7/

 

 

Em sua gloriosa carreira Barbosa Rodrigues nomeou muitos gêneros, entre os quais se destacam Baptistonia, Capanemia, Constantia e Pleurobotryum. Ele também era um desenhista brilhante. Os originais de suas 380 aquarelas, documentando 700 espécies, foram recuperados pela Universidade da Basileia, na Suiça.

Dia do Orquidófilo é comemorado no Brasil no dia 22 de junho, dia do nascimento de Barbosa Rodrigues. Uma justa homenagem por sua gigantesca contribuição para a orquidologia.

 

22 de Junho

Dia do Orquidófilo

 

 

O nome deste gênero é uma homenagem de Barbosa Rodrigues à Princesa Isabel (1846 – 1921), regente do Império do Brasil. Finalmente uma justa homenagem a uma personalidade brasileira, para um gênero de plantas 100% brasileiras.

 

Resultado de imagem para Princesa Isabel

Princesa Isabel

Foto retirada da internet – Site:
http://www.50emais.com.br/livro-diz-que-princesa-isabel-tinha-personalidade-e-humor/

 

 

Durante mais de um século Isabelia foi um gênero monotípico, composto apenas pela Isabelia virginalis, já estudada. Posteriormente duas outras plantas pertencentes a outros gêneros, também monotípicos, foram incluídas: a Neolauchea pulchella e a Sophronitella violacea.

Assim, atualmente Isabelia é um pequeno gênero com apenas três espécies: Isabelia pulchella, Isabelia violacea e Isabelia virginalis, a planta “tipo” do gênero.

São todas plantas rasteiras e de habito epífita, originárias do sudeste e sul brasileiros.

 

Isabelia pulchella - ocorrencia genero JPG

Isabelia  –  Ocorrência

Imagem retirada da internet – Site:
http://euvimteajudar.blogspot.com.br/2016/08/27-bandeiras-dos-estados-brasileiros.html

 

 

Agora a planta do dia, a delicada Isabelia pulchella, descrita originalmente em 1897 pelo botânico alemão Friedrich Wilhelm Ludwig Kraenzlin (1847 – 1934), na época como Neolauchea pulchella.

Kraenzlin foi um brilhante orquidófilo e seguidor do trabalho de seu renomado compatriota Heinrich Gustav Reichembach.

A vinculação desta planta ao gênero Isabelia, foi feita em 1968 pelos botânicos alemães Karlheinz Senghas (1928 – 2004) e Heinrich Teuscher (1891 – 1984).

O orquidólogo Senghas foi curador e diretor do Jardim Botânico da Universidade de Heidelberg, além de ter acumulado o cargo de presidente do Deutsche Orchideen-Gesellschaft.

 

Resultado de imagem para Heidelberg university

Universidade de Heidelberg – Alemanha

Foto retirada da internet – Site:
commons.wikimedia.org/wiki/File:University_Hall,_Heidelberg_University.jpg

 

 

Responsável pela publicação de mais de 300 trabalhos científicos, Senghas estabeleceu 17 novos gêneros de orquídeas e 388 espécies. Os gêneros Senghasia e Senghasiella, assim como a espécie Coryanthes senghasiana, foram nomeados em seu louvor.

Heinrich Teuscher, mais conhecido como Henry Teuscher, foi um premiado paisagista, arquiteto e botânico, reconhecido mundialmente por ter projetado o Jardim Botânico de Montreal, no Canadá, que na minha opinião, apesar de nunca ter visitado esse país, é um dos mais belos do mundo.

 

Resultado de imagem para Jardim Botânico de Montreal

Jardim Botânico de Montreal – Canadá

Foto retirada da internet – Site:
www.favoritaplanejados.com.br/blog/o-jardim-botanico-de-montreal-e-as-suas-esculturas-vivas-de-plantas/

 

 

Teuscher também foi o primeiro curador desse Jardim Botânico e descreveu diversas plantas.  O gênero Teuscheria, da família Orchidaceae, foi criado em sua homenagem.

O nome desta espécie, pulchella, deriva do latim: pulcher, que significa “bonita”, e ellus, “sufixo diminuitivo”. Assim, uma tradução viável sería: “bonitinha”.

Sinonímia: Neolauchea pulchella  e  Meiracyllium wetsteinii.

A Isabelia pulchella é uma orquídea de crescimento rápido, e que forma lindas e robustas touceiras rapidamente. Tem hábito epífita e é originária do sudeste e sul brasileiro (Rio de Janeiro, São Paulo, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul).

 

Isabelia pulchella - ocorrencia JPG

Isabelia  pulchella  –  Ocorrência

Imagem retirada da internet – Site:
http://euvimteajudar.blogspot.com.br/2016/08/27-bandeiras-dos-estados-brasileiros.html

 

 

Esta espécie vegeta de forma epífita na chamada Floresta Estacional Semidecidual, neste caso representada pelo bioma Mata Atlântica, e pela Floresta Ombrófila Mista, também conhecida como Floresta de Araucária, ambos ecossistemas com alto índice pluviométrico durante o ano todo.

 

 

Resultado de imagem para Mata Atlântica

Mata Atlântica  (Floresta Estacional Semidecidual)

Foto retirada da internet – Site:
http://conexaoplaneta.com.br/blog/mata-atlantica-em-um-ano-desmatamento-cresce-quase-60/

 

 

Resultado de imagem para Floresta de Araucária

Floresta de Araucária  (Floresta Ombrófila Mista)

Foto retirada da internet – Site:
http://www.funverde.org.br/blog/o-que-sao-a-floresta-com-araucaria-e-os-campos-naturais/

 

 

A Isabelia pulchella possui rizoma alongado e rasteiro, com raízes velamentosas e pequenos pseudobulbos de aproximadamente 0,4cm de diâmetro, de formato ovoide, monofoliados, muito espaçados, e envolvidos basalmente por bainhas fibrosas. As folhas são longas em proporção com o porte da planta, chegando a 6,0cm de comprimento, estreitas, e de formato acanoado, aparentando a típica forma de folhas teretes.

Apesar da aparência um pouco exótica, eu particularmente acho esta planta muito ornamental, mesmo quando desprovida de flores.

As Inflorescências são solitárias e brotam do ápice dos pseudobulbos. Hastes de aproximadamente 4,0cm de comprimento suportando uma única flor cujo diâmetro varia entre 0,5 e 1,0cm, entrando na classificação de micro-orquídea. Sépalas mais largas que as pétalas, e um labelo em forma de saia, dando um formato harmonioso ao conjunto, no qual predomina uma tonalidade intensa de rosa. Um show.

 

Existe inda a variável alba desta orquídea, que também considero muito delicada e atraente.

 

Resultado de imagem para Isabelia  pulchella  var.  alba

Isabelia  pulchella  var.  alba

Foto retirada da internet – Site:
www.flickr.com/photos/luizfilipevarella/7421801808

 

 

É uma orquídeas fácil de cultivar, principalmente nas regiões sul e sudeste de nosso país. Seguem algumas dicas:

  • Recomendo que esta planta seja cultivada fixada em pequenos troncos ou cascas de árvores, com muitas raízes expostas.
  • Mas, se sua opção for cultivo em vaso ou caixeta, então utilize um substrato confeccionado com partes iguais de casca de pinus, carvão vegetal e esfagno.
  • Cuidado com água acumulada no fundo. O substrato deve ser arejado e drenar a água imediatamente.
  • Sugiro cultivo com 60% de sombreamento, e temperaturas entre 5 e 35 graus.
  • Como a maioria das orquídeas simpodiais, esta planta também pode ser dividida deixando pelo menos 4 pseudobulbos em cada parte.
  • Adube semanalmente para melhores resultados.

 

Aqui no sul do Brasil floresce entre o final do outono e o começo do inverno, e a floração dura em média 20 dias. Recomendo.

A seguir relaciono algumas fotos ilustrativas:

 

 

Isabelia pulchella 20jun2018 1

Isabelia  pulchella  –  planta de minha coleção

Créditos fotográficos:  Juan Pablo Heller

 

 

 

E agora mais algumas fotos, estas retiradas da internet:

 

 

 

 

Resultado de imagem para Isabelia  pulchella

Foto retirada da internet – Site:
produto.mercadolivre.com.br/MLB-1006506154-isabelia-pulchella-micro-orquidea-_JM

 

 

Resultado de imagem para Isabelia  pulchella

Foto retirada da internet – Site:
http://www.orchidroots.com/orchid/

 

 

Resultado de imagem para Isabelia  pulchella

Foto retirada da internet – Site:
www.jardimexotico.com.br/orquidea-isabelia-pulchella

 

 

Resultado de imagem para Isabelia  pulchella

Foto retirada da internet – Site:
br.pinterest.com/pin/396035360968810135/

 

 

Resultado de imagem para Isabelia  pulchella

Foto retirada da internet – Site:
produto.mercadolivre.com.br/MLB-759249955-orquidea-isabelia-pulchella-_JM

 

 

Resultado de imagem para Isabelia  pulchella

Foto retirada da internet – Site:
https://travaldo.blogspot.com/2018/04/isabelia-pulchella-care-and-culture.html

 

 

Isabelia pulchella care and culture

Foto retirada da internet – Site:
https://travaldo.blogspot.com/2018/04/isabelia-pulchella-care-and-culture.html

 

 

 

 

IMAGENS: fonte pesquisa GOOGLE

Este blog é dedicado a pessoas que, como eu, amam e cultivam orquídeas. Meu objetivo com este trabalho é conhecer pessoas, divulgar e trocar informações sobre estas plantas.

É uma atividade amadora e sem fins lucrativos.

Se você encontrar alguma foto de sua autoria neste blog, e desejar a remoção, por favor envie um e-mail para  que a mesma seja retirada imediatamente. Obrigado.

 

IMAGES: GOOGLE search

This blog is dedicated to people who, like me, love and cultivate orchids. My goal with this job is meeting people, disseminate and exchange information on these plants.

It’s a non-profit non-professional activity.

If you find any of your images in this blog, and want it to be removed, please send me an email that I’ll do it immediately. Thank you.

 

 

4 pensamentos sobre “Isabelia pulchella

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s