Xylobium variegatum

 

Ontem este blog comemorou seu primeiro ano de vida. Um ano de felicidades e de troca de conhecimentos com seguidores e visitantes… um ano muito proveitosos para mim, principalmente, um ano no qual conquistei muitas amizades. Compartilho com todos vocês este momento de farta alegria.

 

Resultado de imagem para gif animado aniversario 1 ano

Gif retirado da internet - Site:
https://blog.cancaonova.com/bemdahora/2009/08/31/e-festa-galera/

 

Teoricamente deveria comemorar esta ocasião falando de uma orquídea bela e imponente. Mas desta vez não. Vou comemorar com uma planta que adoro, uma planta pouco valorizada no meio da orquidofilia, mas que me conquistou… vamos lá:

 

Um cacho harmonioso de flores

 

Xylobium é um gênero da família Orchidaceae, proposto em 1825, pelo botânico inglês John Lindley (1799 – 1865).

É composto por aproximadamente 30 espécies de hábito predominantemente epífita, com algumas poucas adaptações para vida terrestre ou rupícula.

O nome deste gênero deriva do grego: xylon, que significa “madeira”, e bios, que significa “vida”, em relação ao fato das primeiras plantas deste gênero terem sido encontradas vegetando fixadas em árvores.

Xylobium é um gênero de plantas originárias da ampla área que se estende desde o México até o sul do Brasil, com algumas ocorrências ainda relatadas no sul da Ásia. No Brasil podemos encontrar quatro destas espécies.

Em termos vegetativos as espécies de Xylobium são muito parecidas com as plantas dos gêneros Lycaste e Bifrenaria, com folhas grandes e curtas inflorescências basais, com flores abrindo próximo aos pseudobulbos.

Assim como as Coelogynes,  as orquídeas do gênero Xylobium são pouco cultivadas e raramente são encontradas para comercialização. E os principais fatores são:

  • Tamanho da planta: as espécies deste gênero crescem muito rápido, e em pouco tempo formam grandes touceiras que ocupam muito espaço em orquidários e floriculturas.
  • Flores pouco valorizadas: normalmente são pequenas e suas cores são discretas.

Agora vamos ao estudo da planta do dia, o espetacular Xylobium variegatum.

Originalmente esta planta foi descrita em 1798 pelos botânicos espanhóis Hipólito Ruiz López e José Antonio Pavón Jiménez (Ruiz & Pavon), com o nome de Maxillaria variegata.

A nova classificação, agora como Xylobium, foi feita em 1961, pelos botânicos americanos Leslie Andrew Garay (1924 – 2016) e Galfrid Clement Keyworth Dunsterville (1905 – 1988).

Sinonímia: Cyrtopera scabrilinquis; Dendrobium carnosum; Dendrobium squalens; Dendrobium variegatum; Maxillaria scabrilinguis; Maxillaria supina; Maxillaria variegata; Xylobium carnosum; Xylobium houttei; Xylobium scabrilingue; Xylobium supinum; Xylobium taffinii Mackoy; Xylobium truxillense e Xylobium squalens.

O nome desta espécie, variegatum, deriva do latim, variego, que significa “variado”, em referência à grande variedade de cores e tonalidades de suas flores.

Esta planta é originária da América Central e América do Sul, mais especificamente da extensa área que vai desde a Costa Rica até o estado do Paraná, na região sul do Brasil. Planta epífita que vegeta em florestas de montanhas úmidas e sombrias, sempre em altitudes que variam de 600 a 2000 metros. Esta orquídea prefere troncos de árvores mortas e em estado inicial de decomposição.

No Brasil o principal habitat desta planta é a Mata Atlântica, ou melhor, o pouco que resta deste estupendo bioma.

 

Resultado de imagem para Mata Atlântica

Resquícios da Mata Atlântica

Desenho retirado da internet - Site:
https://culturaeviagem.wordpress.com/2016/01/08/resquicios-da-mata-atlantica-em-alagoas-belas-imagens/

 

Resultado de imagem para Mata Atlântica

Mata Atlântica – Paisagem típica

Foto retirada da internet - Site:
http://www.mudasnativas.org/mudas-da-mata-atlantica/

 

Planta de grande porte e crescimento simpodial que forma lindas touceiras. Rizoma robusto, com raízes cobertas de tecido velame. Possui grandes pseudobulbos de formato ovoide, lisos quando novos e sulcados após alguns anos. Cada um destes bulbos suporta 2 ou 3 grandes, largas e finas folhas.

A inflorescência e curta e compacta. Hastes de aproximadamente 10cm de comprimento que brotam da base dos pseudobulbos, suportando entre 6 e 12 flores de diâmetro entre 1,5 e 2,0cm aproximadamente. Muito pequenas em relação ao tamanho da planta, mas que abrem muito próximas uma das outras formando uma linda “bola” de flores.

As cores destas flores variam muito. Sépalas e pétalas vão do creme até o rosado com nuances de marrom. O labelo mantém esta coloração mas com detalhes normalmente em vermelho e amarelo. Um espetáculo.

Seguem algumas regras básicas para o cultivo do Xylobium variegatum:

  • Pode ser cultivado em cascas ou troncos de árvores, vasos plásticos ou caixetas de madeira. Nestes últimos casos sugiro um substrato confeccionado com mistura de casca de pinus, esfagno e carvão vegetal. Se tiver um pouco de turfa pode também acrescentar na “mistura”.
  • Recomendo ainda cultivo com muita umidade, rápida drenagem e boa ventilação. Diminua um pouco a periodicidade e o volume das regas no inverno.
  • Gosta de 60% de sombreamento e suporta bem a grandes variações de temperaturas. Pode ser cultivada entre 5 e 40 graus. Proteja a planta da incidência de raios solares diretos.

Floresce normalmente na primavera, e sua floração dura em média 20 dias.

Seguem algumas fotos,

Resultado de imagem para Xylobium variegatum

Foto retirada da internet - Site:
http://arquivo.ufv.br/aoov/especies/xylobium/xylobiumvariegatum.htm

Resultado de imagem para Xylobium variegatum

Foto retirada da internet - Site:
http://arquivo.ufv.br/aoov/especies/xylobium/xylobiumvariegatum.htm

Resultado de imagem para Xylobium variegatum

Foto retirada da internet - Site:
http://orquideasdamatatlantica.com/Xylobium.html

Resultado de imagem para Xylobium variegatum

Foto retirada da internet - Site:
http://orquideasdamatatlantica.com/Xylobium.html

Resultado de imagem para Xylobium variegatum

Foto retirada da internet - Site:
http://picssr.com/tags/xylobium

Resultado de imagem para Xylobium variegatum

Foto retirada da internet - Site:
www.flickr.com/photos/22824835@N07/14403447499

Resultado de imagem para Xylobium variegatum

Foto retirada da internet - Site:
www.flickr.com/photos/22824835@N07/15085106973

IMAGENS: fonte pesquisa GOOGLE

Este blog é dedicado a pessoas que, como eu, amam e cultivam orquídeas. Meu objetivo com este trabalho é conhecer pessoas, divulgar e trocar informações sobre estas plantas.

É uma atividade amadora e sem fins lucrativos.

Se você encontrar alguma foto de sua autoria neste blog, e desejar a remoção, por favor envie um e-mail para  que a mesma seja retirada imediatamente. Obrigado.

 

IMAGES: GOOGLE search

This blog is dedicated to people who, like me, love and cultivate orchids. My goal with this job is meeting people, disseminate and exchange information on these plants.

It’s a non-profit non-professional activity.

If you find any of your images in this blog, and want it to be removed, please send me an email that I’ll do it immediately. Thank you.

 

 

Anúncios

3 pensamentos sobre “Xylobium variegatum

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s