Ansellia africana

 

A orquídea leopardo

 

Ansellia é um gênero monotípico (composto por apenas uma espécie), pertencente à família Orchidaceae. Foi descrito em 1844 pelo botânico inglês John Lindley (1799 – 1865), e o nome é uma homenagem ao descobridor desta maravilhosa orquídea, o também inglês John Ansell (?-1847) .

Ansell encontrou o referido exemplar no ano de 1841, em Bioko, principal ilha da Guiné Equatorial, localizada no Golfo da Guiné, próximo da costa de Camarões.

Resultado de imagem para bioko mapa

Bioko – localização

Mapa retirado da internet - Site:
http://www.wikiwand.com/es/Provincias_de_Guinea_Ecuatorial

Resultado de imagem para bioko island

Bioko – foto aérea

Foto retirada da internet - Site:
br.pinterest.com/raquitacarey/bioko-island-bubi-tribe/

 

A única planta deste gênero é a Ansellia africana, a planta do dia que, por sua coloração, é conhecida popularmente por “orquídea leopardo”.

 

Resultado de imagem para leopardo

Leopardo

Foto retirada da internet - Site:
br.pinterest.com/pin/312437292878647273/

 

O nome da espécie é uma óbvia referência ao local de ocorrência desta planta, o continente africano.

Esta fantástica orquídea é originária da África tropical, onde vegeta de forma epífita fixada em grandes árvores localizadas na beira de rios e lagos, em florestas abertas de regiões de baixo índice de umidade. Ocasionalmente por ser encontrada vegetando de forma terrestre. O seu habitat predominante ocorre em altitudes entre o 700 e 1800 metros.

Resultado de imagem para África tropical

África tropical – localização

Mapa retirado da internet - Site:
en.wikipedia.org/wiki/Category:Flora_of_West_Tropical_Africa

 

Sinonímia: Ansellia africana var. australis; Ansellia africana var. nilotica; Ansellia confusa; Ansellia congoensis; Ansellia gigantea; Ansellia gigantea subsp. nilotica; Ansellia gigantea var. nilotica; Ansellia humilis; Ansellia nilótica e Cymbidium sandersoni.

Esta orquídea é tão popular e conhecida na África, que até selo comemorativo foi lançado com sua imagem. O selo abaixo mostrado é da República do Djibouti, localizada no nordeste desse continente:

Resultado de imagem para Ansellia africana

Selo da República do Djibouti

Foto retirada da internet - Site:
http://picssr.com/photos/afriorchids/favorites/page4?nsid=10352872@N05

 

Curiosidades:

Diversos povos africanos associam propriedades medicinais a esta planta, e utilizam suas partes no combate a diversas doenças:

  • Os Zulus usam esta planta para produzir um chá que funciona como emético (estimulante para o vômito. Usado principalmente em casos de envenenamento).
  • Na Zâmbia o chá feito com esta orquídea é utilizado no combate à loucura.
  • Já no Zimbabwe esta planta é utilizada para fabricação de uma infusão com funções expectorantes.
  • Os mesmos Zulus, já citados, acreditam que os bulbos desta mesma planta, devidamente tratados em rituais secretos, tem o poder mágico de evitar que uma ex-esposa ou ex-amante tenha filhos.

É uma planta de crescimento simpodial e de grande porte. Em condições favoráveis, a Ansellia africana pode atingir grandes dimensões e formar enormes touceiras. No meio dos grandes bulbos desta planta, é comum encontrar ninhos da coruja Bubo bubo, também chamada de Bufo-real, que é a maior coruja do planeta, chegando a pesar mais de 5kg e com uma envergadura de mais de 2 metros. Esta ave é um predador de topo, ocupando um dos lugares mais elevados na cadeia alimentar.

 

Resultado de imagem para coruja Bubo bubo

Coruja Bufo-real

Foto retirada da internet - Site:
http://www.avesderapinabrasil.com/materias/corujas_predacao.htm

 

Em termos vegetativos esta planta pode ser comparada à plantas dos gêneros Cyrtopodium e Grammathophyllum, já estudados em aulas anteriores.

A Ansellia africana possui rizoma robusto, suportando longos pseudobulbos fusiformes que podem passar de meio metro de comprimento e recobertos por bainha foliar. Da parte final destes pseudobulbos brotam, dispostas de forma alternada, 4 a 6 folhas finas, longas, lanceoladas e coriáceas.

A inflorescência é espetacular. Hastes ramificadas que brotam do ápice dos pseudobulbos e que passam de meio metro de comprimento, suportando dezenas de flores delicadamente perfumadas. Um Show.

Estas flores são ressupinadas e tem em média entre 5 e 6 centímetros de diâmetro. As pétalas e sépalas tem tamanho e formato similares, e são de cor amarelo com grandes máculas de cor castanho. No labelo predomina uma tonalidade mais forte de amarelo e com estrias avermelhadas. Uma pintura que faz jus ao apelido de “orquídea-leopardo”.

Falando ainda da flor, esta espécie apresenta uma grande variabilidade de formas e cores.

Ainda, diferentemente da maioria das orquídeas, esta planta não possui raízes sensíveis à fotossíntese. As mesmas são brancas mas sem tecido velame.

Outra característica interessante: na falta de nitrogênio, as raízes da Ansellia africana começam a crescer para cima, na tentativa de aumentar a sua absorção e minimizar a carência deste importante nutriente.

Seguem algumas dicas de cultivo:

  • Pode ser cultivada fixada em troncos, desde que a árvore hospedeira seja suficientemente grande e resistente.
  • Também podemos utilizar vasos plásticos ou caixetas de madeira, com um substrato composto por partes iguais de casca de pinus, carvão vegetal, pedra brita e turfa.
  • Deve ser tutorada para evitar que os bulbos se quebrem, e também por questões estéticas.
  • Cuidado com a drenagem e com a frequência das regas. Faça muitos furos no fundo do caixote e só molhe a planta quando esta estiver completamente seca. Esta planta está acostumada a lugares de baixa umidade ambiente.
  • Sugiro ainda cultivo com 30% de sombreamento e temperaturas entre 15 e 40 graus.
  • Folhas de cor verde intenso são sinais claros de falta de luminosidade. A planta somente vai florescer se as folhas e bulbos estiverem de uma cor amarelada.

Floresce no verão e sua floração dura em torno de 10 dias.

Seguem algumas fotos ilustrativas.

Resultado de imagem para Ansellia africana

Foto retirada da internet - Site:
http://segredodasorquideas.blogspot.com.br/2016/01/ansellia-africana.html

Resultado de imagem para Ansellia africana

Foto retirada da internet - Site:
www.orchidweb.com/products/ansellia-africana~1624.html

Foto retirada da internet - Site:
https://afromacro.wordpress.com/category/ansellia-africana/

Resultado de imagem para Ansellia africana

Foto retirada da internet - Site:
www.flickr.com/photos/epiphyte78/7586375116

Resultado de imagem para Ansellia africana

Foto retirada da internet - Site:
http://orchids.la.coocan.jp/Ansellia/Ansellia%20africana/Ansellia%20africana.htm

 

 

 

IMAGENS: fonte pesquisa GOOGLE

Este blog é dedicado a pessoas que, como eu, amam e cultivam orquídeas. Meu objetivo com este trabalho é conhecer pessoas, divulgar e trocar informações sobre estas plantas.

É uma atividade amadora e sem fins lucrativos.

Se você encontrar alguma foto de sua autoria neste blog, e desejar a remoção, por favor envie um e-mail para  que a mesma seja retirada imediatamente. Obrigado.

 

IMAGES: GOOGLE search

This blog is dedicated to people who, like me, love and cultivate orchids. My goal with this job is meeting people, disseminate and exchange information on these plants.

It’s a non-profit non-professional activity.

If you find any of your images in this blog, and want it to be removed, please send me an email that I’ll do it immediately. Thank you.

 

 

 

 

 

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s