Isochilus linearis

 

Hoje vou falar de uma planta que você provavelmente já viu em seu jardim, ou em alguma chácara, sítio, fazenda, parque, bosque, ou qualquer outro lugar, e que nem desconfiou tratar-se de uma orquídea. Uma planta do gênero Isochilus. Uma planta que mais se parece com uma gramínea com pequenas flores. Uma micro-orquídea simpática que admiro e cultivo.

Isochilus é um gênero pertencente à família Orchidaceae, proposto em 1813, pelo renomado botânico e físico escocês Robert Brown (1773 – 1858).

Brown se notabilizou como coletor de plantas no sudoeste asiático e na Oceania. Suas mais brilhantes descobertas foram nas terras hoje conhecidas como Austrália, onde coletou, entre 1801 e 1805, perto de 4000 plantas, das quais mais da metade eram até então desconhecidas. Infelizmente, para ele e para a ciência, boa parte da sua colecção perdeu-se quando o navio Porpoise, que transportava as referidas plantas para Londres, naufragou no meio da viagem.

 

Imagem relacionada

Imagem retirada da internet - Site:
http://www.rainhamaria.com.br/Pagina/17355/Tango-em-Sao-Pedro-enquanto-a-Barca-vai-a-deriva-Ou-a-Igreja-Titanic

 

O nome do gênero, Isochilus, deriva da latinização de duas palavras gregas: iso, que significa “igual” e kheilos, que significa “lábio”, “labelo”, pelo fato das principais estruturas florais (pétalas e sépalas) terem o mesmo tamanho do labelo.

As principais características distintivas das plantas deste gênero são duas:

  1. Folhas: lembram muito as plantas da família Poaceae (que agrupa as gramíneas – gramas, capins e relvas). Inclusive, na América do Norte e Europa, as plantas do gênero Isochilus são chamadas de “grass orchid”, cuja tradução é “orquídea grama”.

 

  1. Cleistogamia: as flores da maioria das espécies deste gênero não se abrem totalmente, pois se autopolinizam com extrema facilidade, em um processo chamado cleistogamia. Isto prova que mesmo a natureza beirando a perfeição, ainda existe lugar para um pouco de preguiça. Para quê abrir totalmente a flor e expor a plenitude de sua beleza, se não se necessita de artifícios estéticos para atrair polinizadores?

 

Isochilus é composto por cerca de 12 espécies de hábitos variados (epífitas, terrestres e/ou rupículas), originárias da América Central, América do Sul e Sudoeste asiático. No Brasil existe apenas uma planta deste gênero, é o Isochilus linearis, que é a planta do dia e a espécie “tipo” do gênero.

O nome desta espécie, linearis, deriva do latim e significa “fino”, acredito que em referência ao formato da inflorescência.

Sinonímia: Coilostylis obtusifolia; Cymbidium lineare; Epidendrum lineare; Isochilus brasiliensis; Isochilus leucanthus; Isochilus linearis var. leucanthus; Isochilus peruvianus e Leptothrium lineare.

É uma planta originária das áreas tropicais da América Central e América do Sul, da faixa que se estende desde a Guatemala até o norte da Argentina, sendo a Mata Atlântica brasileira o principal centro de dispersão.

Planta de fácil adaptação ao meio, podendo vegetar fixada a árvores, rochas ou até mesmo diretamente no solo, e em altitudes que variam desde o nível do mar até 3000 metros. Normalmente pode ser vista próxima a margens de rios, em ambientes de muita umidade e protegida da incidência de raios solares diretos.

Trata-se de uma planta epífita e ciófila (planta que habita em locais de baixa luminosidade), que forme grandes touceiras. Possui caule multifoliado de aproximadamente 20cm de comprimento, ereto, não ramificado e desprovido de pseudobulbos. As folhas são curtas, planas, lanceoladas e distribuídas de forma alternada ao longo destes caules.

A inflorescência é muito curta. Brota da extremidade do caule com pequenas flores não perfumadas e que abrem simultaneamente, dispostas de forma aglomerada, em regra voltadas para um dos lados do caule.

Estruturas florais muito parecidas morfologicamente, mas com labelo um pouco mais longo que sépalas e pétalas. Estas flores tem em média 0,8cm de diâmetro, e são de cor predominantemente rosada, com labelo maculado de tonalidade um pouco mais forte de rosa.

Seguem algumas regras básicas para o cultivo do Isochilus linearis:

  • Pode ser cultivado em cascas ou troncos de árvores, vasos plásticos ou caixetas de madeira. Nestes últimos casos sugiro um substrato confeccionado com mistura de casca de pinus, esfagno e carvão vegetal.
  • Recomendo ainda cultivo com muita umidade, rápida drenagem e boa ventilação. Diminua um pouco a periodicidade e o volume das regas no inverno.
  • Gosta de 70% de sombreamento temperaturas entre 10 e 35 graus. Proteja a planta da incidência de raios solares diretos.

Floresce normalmente na primavera e sua floração dura em média 25 dias.

Seguem algumas fotos,

Resultado de imagem para Isochilus linearis

Foto retirada da internet - Site:
www.flickr.com/photos/29093483@N05/5526780725

Resultado de imagem para Isochilus linearis

Foto retirada da internet - Site:
www.pinterest.se/da7793/ida-isochilus/

Resultado de imagem para Isochilus linearis

Foto retirada da internet - Site:
www.gardenbanter.co.uk/orchid-photos/170297-isochilus-linearis-x-self-x2.html

Resultado de imagem para Isochilus linearis

Foto retirada da internet - Site:
www.flickr.com/photos/nolehace_photography/15932925235

Resultado de imagem para Isochilus linearis

Foto retirada da internet - Site:
http://www.orchideen-wichmann.de/isochilus-linearis.html

Resultado de imagem para Isochilus linearis

Foto retirada da internet - Site:
http://www.ufrgs.br/fitoecologia/florars/open_sp.php?img=14907

IMAGENS: fonte pesquisa GOOGLE

Este blog é dedicado a pessoas que, como eu, amam e cultivam orquídeas. Meu objetivo com este trabalho é conhecer pessoas, divulgar e trocar informações sobre estas plantas.

É uma atividade amadora e sem fins lucrativos.

Se você encontrar alguma foto de sua autoria neste blog, e desejar a remoção, por favor envie um e-mail para  que a mesma seja retirada imediatamente. Obrigado.

 

IMAGES: GOOGLE search

This blog is dedicated to people who, like me, love and cultivate orchids. My goal with this job is meeting people, disseminate and exchange information on these plants.

It’s a non-profit non-professional activity.

If you find any of your images in this blog, and want it to be removed, please send me an email that I’ll do it immediately. Thank you.

 

Anúncios

10 pensamentos sobre “Isochilus linearis

  1. Incrível postagem! És claro e ao mesmo tempo muito minucioso e didático nas informações e orientações! Obrigado Pablo por trazer informações importantes acerca deste mundo das orquídeas que tanto nos apaixona!

    Curtido por 1 pessoa

  2. Quando trazes o histórico do Dr. Brown, invariavelmente, viajei ao filme Mestre dos Mares e ao papel do Paul Bettany como Dr. Stephen, que eu considero simplesmente apaixonante.
    Só lamento minha falta de talento para cuidar das protagonistas dos seus posts, rsrsrsrsrs…, realmente lamentável para mim, ainda mais quando vc faz parecer tão simples.
    Abração 🙂

    Curtir

    • Bom dia Suely. Obrigado pela participação e pelos elogios. Você acaba de assumir a liderança no ranking dos comentários. Você está em primeiro lugar com 126, a Marjorie em segundo com 1125 e a Lu em terceiro com 117. Te agradeço de coração. Bj grande.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s