Grammatophyllum speciosum

 

Hoje vou falar da maior orquídea do mundo. Não em termos de tamanho da flor, mas sim em termos de tamanho da planta. É o Grammatophyllum speciosum.

Mas, como sempre faço, primeiro vamos ao estudo do gênero.

Trata-se de um pequeno gênero composto por apenas 13 espécies, todas originárias do continente asiático e de algumas ilhas do Oceano Pacífico.

Este gênero foi descrito em 1825 pelo botânico teuto-neerlandês (nascido na Alemanha mas que viveu a maior parte de sua vida na Holanda), Karel Lodewijk Blume (1789 – 1862).

Durante muito tempo Blume dedicou-se ao estudo da flora asiática, especialmente da ilha de Java, na época uma colônia holandesa, coletando e estudando plantas. No total existem 914 espécies descritas por ele.

Foi diretor do Herbário Ncional de Leida, na Holanda, e diretor de agricultura no Jardim Botânico de Bogor, o mais antigo de toda a Ásia.

Pesquisei muito sobre a etimologia do nome deste gênero, encontrando variadas e controversas explicações. Porém, a mais convincente é a que afirma que o nome deste gênero deriva do grego, grama, que significa “carta”, e Phyllum, que significa “folha”, em referência às flores pintadas desta planta. Espero ter acertado.

É difícil falar de generalidades em um gênero com espécies tão diferentes. Desde o Grammatophyllum speciosum com mais de 5 metros de altura até o Grammatophyllum scriptum com seus modestos pseudobulbos de apenas 20cm. Flores que duram poucos dias até o Grammatophyllum multiflorum, cuja floração pode durar mais de 8 meses. Em todo caso, uma questão é indiscutível. São todas plantas exuberantes e fascinantes.

Então vamos à planta do dia, o fabuloso Grammatophyllum speciosum.

Esta planta é tão conhecida e admirada, que em Cingapura aparece estampada até em moedas.

Resultado de imagem para Grammatophyllum speciosum

Foto retirada da internet.  Site:
http://firstcoincompany.com/silver-coin-grammatophyllum-speciosum

 

O nome desta espécie deriva do latim, speciosus, que significa “lindo”, “excepcional”, numa óbvia referência à beleza das flores desta orquídea.

É uma planta originária das densas florestas tropicais da China, Tailândia, Laos, Vietnã, Malásia, Filipinas, Bornéu, Java, Molucas, Filipinas, Sulawesi, Sumatra, Ilhas Bismark, Papua e Nova Guiné e Ilhas Salomão, onde vegeta em altitudes entre 200 e 800 metros.

Em seu habitat o Grammatophyllum speciosum pode ser encontrado fixado de forma epífita em grandes árvores, ou então vivendo de forma terrestre como os cactos e as suculentas, com adaptações de metabolismo que permitem sua sobrevivência em ambientes secos.

Sinonímia: Grammatophyllum cominsii; Grammatophyllum fastuosum; Grammatophyllum giganteum; Grammatophyllum macranthum; Grammatophyllum pantherinum; Grammatophyllum papuanum; Grammatophyllum sanderianum; Grammatophyllum wallisii e Pattonia macrantha.

E, além dos nomes científicos acima citados, esta planta também possui vários nomes populares. Pelo tamanho da planta é chamada de “orquídea gigante”, pela cor das flores de “orquídea tigre”, pelo formato dos bulbos de “orquídea cana-de-açúcar”, e por sua imponência, de “orquídea rainha”.

Resultado de imagem para tigre

Foto retirada da internet.  Site:
http://voxatenas.blogspot.com.br/2016/08/fique-por-dentro-tigre.html

 

A maior planta desta espécie foi descoberta em 1851. Com mais de dez mil flores, bulbos de 3 metros e porte total de 7,62 metros, ela atingiu mais de duas toneladas de peso. Levada a Londres, esta super orquídea foi o grande destaque da exposição realizada no Crystal Palace, e atualmente é listada pelo Guinness Book of World Records como a orquídea mais alta do mundo.

No Brasil esta planta é pouco conhecida. No início de 2011, um exemplar pertencente à bióloga Lou Menezes floriu no Orquidário Nacional do Ibama, em Brasília. Com mais de mil quilos e aproximadamente 400 flores distribuídas entre 19 hastes florais, foi uma sensação na área da orquidofilia nacional.

Na ocasião, a engenheira florestal Lou Menezes, diretora do orquidário, e renomada orquidófila, não perdeu tempo e apostou em um cruzamento desta planta com um Cyrtopodium brandonianum. A iniciativa representa o primeiro passo para o crescimento de uma nova espécie híbrida, um Grammatopodium. A julgar pela beleza das flores destas plantas, este híbrido tem tudo para ser um verdadeiro espetáculo.

Resultado de imagem para Grammatophyllum speciosum ibama

Enga. Lou Menezes com a "orquídea tigre"
Foto retirada da internet.  Site:
http://revistagloborural.globo.com/Revista/Common/0,,ERT216230-18281,00.html

O Grammatophyllum speciosum é uma planta de creascimeto simpodial. Rizoma longo e robusto com raízes velamentosas, suportando longos bulbos cilíndricos e estriados, em forma de cana, e recobertos por bainha foliar. Destes bulbos brotam, dispostas de forma alternada, longas folhas finas e lanceoladas.

As inflorescências são eretas, racemosas e espetaculares. Longas hastes que podem chegar a 3 metros de comprimentos, suportando mais de 80 flores de coloração e forma atraente e cativante. O suave e delicado perfume destas flores contrasta com o porte vigoroso da planta. Um Show.

As flores tem entre 13 e 20cm de diâmetro. Pétalas mais largas que as sépalas, e labelo ainda menor. A cor predominante na flor é um amarelo intenso, densamente pintalgado de marrom avermelhado.

Nunca tive esta orquídea mas, pesquisando seu habitat,  arrisco algumas dicas de cultivo:

  • A primeira dica é um tanto quanto óbvia. Não cultive esta planta em apartamento ou casas com pequena área externa.
  • Pode ser cultivada fixada em troncos, desde que a árvore hospedeira seja suficientemente grande e resistente.
  • Não utilize vasos de plástico. Fabrique grandes caixas de madeira, e use um substrato composto por partes iguais de casca de pinus, carvão vegetal, pedra brita, turfa e areia grossa. Uma mistura bem “saborosa”.
  • Deve ser tutorada para evitar que os bulbos se quebrem, e também por questões estéticas.
  • Cuidado com a drenagem e com a frequência das regas. Faça muitos furos no fundo do caixote e só molhe a planta quando esta estiver completamente seca. Esta planta está acostumada a lugares de baixa umidade ambiente.
  • Gosta de alto nível de luminosidade, podendo ser cultivada a pleno sol.
  • Quanto a temperatura também é uma planta muito resistente, suportando variações desde 5 até 40 graus.

Floresce no verão e sua floração dura em torno de 60 dias. Mais um atrativo desta planta espetacular.

Seguem algumas fotos ilustrativas:

Resultado de imagem para Grammatophyllum speciosum

Foto retirada da internet.  Site:
http://www.nationaalherbarium.nl/pubs/orchidweb/genera/Grammatophyllum



Resultado de imagem para Grammatophyllum speciosum
Foto retirada da internet.  Site:
https://www.bbg.org/news/repotting_tiger_orchid

Resultado de imagem para Grammatophyllum speciosum

Foto retirada da internet.  Site:
http://www.flickriver.com/photos/reulim/11265744956/

Resultado de imagem para Grammatophyllum speciosum

Foto retirada da internet.  Site:
http://paphyeo.blogspot.com.br/2014/07/grammatophyllum-speciosum-tiger-orchid.html

IMAGENS: fonte pesquisa GOOGLE

Este blog é dedicado a pessoas que, como eu, amam e cultivam orquídeas. Meu objetivo com este trabalho é conhecer pessoas, divulgar e trocar informações sobre estas plantas.

É uma atividade amadora e sem fins lucrativos.

Se você encontrar alguma foto de sua autoria neste blog, e desejar a remoção, por favor envie um e-mail para  que a mesma seja retirada imediatamente. Obrigado.

 

IMAGES: GOOGLE search

This blog is dedicated to people who, like me, love and cultivate orchids. My goal with this job is meeting people, disseminate and exchange information on these plants.

It’s a non-profit non-professional activity.

If you find any of your images in this blog, and want it to be removed, please send me an email that I’ll do it immediately. Thank you.

Anúncios

3 pensamentos sobre “Grammatophyllum speciosum

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s