Eria rhyncostyloides

 

Eria é um gênero botânico pertencente à família Orchidaceae, descrito em 1825 pelo botânico inglês John Lindley (1799 – 1865).

É um extenso gênero composto por pouco menos de 400 espécies originárias da Ásia Tropical (principalmente China, Índia e região do Himalaia), e das ilhas do Pacífico (principalmente na Polinésia).

Resultado de imagem para polinesia mapa mundi

Polinésia – Mapa

Foto retirada da internet. Site:  https://memoriavirtual.net/2006/10/23/polinesia-2/

Como acontece com vários grupos da família Orchidaceae, o gênero Eria também está passando por uma rigorosa revisão. Embora nada esteja confirmado, é bem provável que em breve seja dividido em oito outros gêneros.

 

São plantas predominantemente epífitas, que eventualmente podem ser encontradas vegetando de forma rupícola ou terrestre. Habitam em diversos biomas e sob condições climáticas bem variadas. Algumas espécies gostam de regiões mais frias, como as encostas do Himalaia, outras preferem temperaturas altas como ocorre nos mangues tropicais.

O nome deste gênero, Eria, deriva da latinização da palavra grega érion, que significa “”, referindo-se às fimbrias (apêndices filamentosos, franjas) lanosas que muitas espécies do gênero apresentam.

Agora a planta do dia, a espetacular Eria rhyncostyloides, uma fantástica micro-orquídea com inflorescências deslumbrantes.

A Eria rhyncostyloides foi descrita em 1907 pelo botânico e horticultor inglês James O´Brien (1842 – 1930).

O´Brien foi um renomado taxonomista da família Orchidaceae, tendo reclassificado muitas espécies de diversos gêneros, mas com grande ênfase no gênero Cattleya.

 

Por vários anos foi secretário da RHS (Royal Horticultural Society), em Londres, foi assistente do renomado botânico alemão Heinrich Gustav Reichenbach e, em reconhecimento por seu trabalho, foi homenageado pela rainha Victoria com a medalha “Victoria de Horticultura”.

 

O nome desta espécie, rhyncostyloides, é uma óbvia referência ao formato da inflorescência desta orquídea, que é muito parecido com a das espécies do gênero Rhynchostylis.

 

Esta orquídea é originária das Ilhas Fiji (país insular da Oceania composto por 332 pequenas ilhas), e Java (segunda maior e principal ilha da Indonésia, e onde se situa a capital do país, Jacarta. É a ilha mais povoada do mundo e uma das regiões mais densamente povoadas do planeta).

 

 

Resultado de imagem para ilhas fiji

Fiji

Foto retirada da internet. Site:  http://www.aproximaviagem.pt/n12/09_ilhasFiji.html

Resultado de imagem para ilhas fiji

Fiji

Foto retirada da internet. Site:  http://behappyviagens.com.br/gallery/ilhas-fiji/

 

Resultado de imagem para jacarta

Jacarta

Foto retirada da internet. Site:  http://cidadesemfotos.blogspot.com.br/2012/07/fotos-de-jacarta-indonesia.html

 

A Eria rhyncostyloides pode ser encontrada vegetando de forma epífita em altitudes que variam de 400 a 1000 metros, sempre em florestas localizadas em encostas vulcânicas.

Sinonímia: Pinalia rhynchostyloides.

É uma planta de crescimento simpodial e médio porte. Rizoma curto com raízes velamentosas e suportando “gordos” pseudobulbos ovoides e comprimidos. As folhas são bem grandes, finas e frágeis.

A inflorescência é um show. Hastes arqueadas que podem passar de 20cm de comprimento, suportando dezenas de minúsculas flores com aproximadamente 2 milímetros de diâmetro. Espetacular.

As sépalas são livres e possuem formato similar e mesma cor que as pétalas.

Existem muitas variações de cores, uma mais linda que a outra. Branco, creme, rosa, vermelho, rosa, roxo e outras cores “brincam” em pinturas sedutoras e harmoniosas.

É uma planta muito cara, muito difícil de encontrar e, principalmente, muito difícil de cultivar. Por se tratar de uma planta nativa de terrenos vulcânicos, não é fácil reproduzir as condições nutricionais do habitat desta orquídea. Nesses locais existe uma imensa quantidade de minerais como Basalto, Traquito e Obsidiana, que aumentam muito a alcalinidade do meio.

Em todo caso, para quem conseguir esta planta, e quiser se aventurar, seguem algumas dicas para cultivo.

  • Pode ser cultivada fixada em cascas ou troncos de árvore, ou então em vasos de plástico ou caixetas de madeira, utilizando substrato confeccionado com partes iguais de casca de pinus, esfagno e carvão vegetal.
  • Cuidado com a drenagem. Não deixe acumular água no fundo do vaso.
  • Sugiro ainda um cultivo com 50 a 60% de sombreamento e temperaturas entre 5 e 35 graus.
  • Como dica adicional, sugiro acrescer ao adubo convencional um pouco de cinzas de carvão vegetal, visando aumentar a alcalinidade do substrato.

Floresce no verão e sua floração dura em torno de 25 dias.

Seguem algumas fotos ilustrativas:

Resultado de imagem para Eria rhyncostyloides

Foto retirada da internet. Site:  http://www.rv-orchidworks.com/orchidtalk/orchids-other-genera-bloom/29948-eria-rhycostyloides.html

Resultado de imagem para Eria rhyncostyloides

Foto retirada da internet. Site:  https://www.orchidsforum.com/threads/eria-rhyncostyloides.11228/

Resultado de imagem para Eria rhyncostyloides

Foto retirada da internet. Site:  http://vietnamorchirds-nguyentienquang.blogspot.com.br/2015/07/eria.html

Resultado de imagem para Eria rhyncostyloides

Foto retirada da internet. Site:  http://forum.orchideenforum.eu/index.php?threads/eria-rhyncostyloides.34749/

IMAGENS: fonte pesquisa GOOGLE

Este blog é dedicado a pessoas que, como eu, amam e cultivam orquídeas. Meu objetivo com este trabalho é conhecer pessoas, divulgar e trocar informações sobre estas plantas.

É uma atividade amadora e sem fins lucrativos.

Se você encontrar alguma foto de sua autoria neste blog, e desejar a remoção, por favor envie um e-mail para  que a mesma seja retirada imediatamente. Obrigado.

 

 

 

Anúncios

2 pensamentos sobre “Eria rhyncostyloides

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s