Schomburgkia crispa

 

Schomburgkia é um gênero botânico pertencente à família Orchidaceae, proposto pelo botânico inglês John Lindley, em 1838 . O nome deste gênero é uma homenagem ao renomado botânico alemão Moritz Richard Schomburgk (1811-1891).

Resultado de imagem para Moritz Richard Schomburgk

Moritz Richard Schomburgk

É composto por aproximadamente 15 espécies, distribuídas do sudeste do México ao sul brasileiro, mas são mais comuns na América Central e Caribe, onde habitam de forma predominantemente epífita e ocasionalmente rupícola, em áreas quentes e ensolaradas de matas abertas.

Resultado de imagem para america central

Mapa – América Central e Caribe

Schomburgkia já foi um gênero maior, quando englobava plantas similares, mas com bulbos ocos e inflorescências curtas, que hoje formam o gênero Myrmecophila.

Como tantos outros, este gênero também é motivo de muita discórdia e constantes brigas entre taxonomistas. Pelas semelhanças das plantas, alguns orquidófilos não aceitam o gênero Schomburgkia, preferindo subordinar suas espécies ao gênero Laelia. Eu fico com o nome Schomburgkia.

Agora a planta do dia, a magnífica Schomburgkia crispa. Planta que impõe respeito pelo porte vegetativo, pelas longas inflorescências racemosas e, principalmente, pela indescritível beleza de suas flores retorcidas.

O nome desta espécie deriva do latim: crispa, que significa “crespo”, em uma óbvia referência às bordas curvilíneas de suas flores.

A Schomburgkia crispa é uma planta originária da Colômbia, Venezuela, Guianas, Suriname e de uma vasta área de nosso país. No Brasil podemos encontrá-la no Maranhão, Pará, Amazonas, Pernambuco, Paraíba, Rio Grande do Norte, Alagoas, Ceará, Distrito Federal, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Espírito Santo, Rio de Janeiro e São Paulo.

Esta planta vegeta de forma epífita, fixada na parte alta e iluminada de grandes árvores, localizadas nas margens de rios em altitudes entre o nível do mar e 800 metros.

Sinonímia: Bletia crispina; Bletia marginata; Cattleya crispa; Cattleya marginata; Laelia marginata; Schomburgkia marginata e Schomburgkia marginata var. immarginata.

Aqui existe mais uma polêmica. Alguns estudiosos afirmam que Schomburgkia crispa e Schomburgkia gloriosa, também conhecida como Schomburgkia fimbriata, são a mesma planta. Outros obviamente discordam.

É uma planta de grande porte e que apresenta forma de crescimento simpodial. Rizoma racemoso e robusto, com raízes grossas e cobertas por tecido velame. Possui grandes e espaçados pseudobulbos fusiformes e alongados, que inicialmente são lisos e que com o tempo ficam sulcados. Cada bulbo suporta entre 2 e 3 folhas grandes, apicais, coriáceas, e lanceoladas.

A inflorescência é espetacular. Um SHOW. Longas, robustas e racemosas hastes florais que podem chegar a 1,5 metros de comprimento, suportando de 8 a 15 flores de aproximadamente 6cm de diâmetro.

As flores são um dos mais fascinantes caprichos da natureza. Sépalas e pétalas com estupendas e pitorescas margens onduladas, pintadas com uma delicada cor castanha clara, e desenhadas com veias de cor marrom. Um charme. O labelo normalmente apresenta cor rosada, com variações de tonalidades entre plantas.

Seguem algumas dicas para cultivo:

  • A melhor forma de cultivar esta planta é fixada em árvores, ou então em robustos pedaços de cascas ou troncos, e com muitas raízes expostas.
  • Se sua opção for cultivar esta planta em vaso ou caixeta, então utilize um substrato confeccionado com partes iguais de casca de pinus, carvão vegetal e pedra brita.
  • Esta planta de gosta de muita luz. Sugiro cultivo com sombreamento entre 30 e 40%, mesmo que as folhas fiquem um pouco amareladas. Esta é a única forma de estimular as lindas florações desta orquídea.
  • Cuidado com o frio. A Schomburgkia crispa suporta temperaturas entre 10 e 40 graus. É mandatório protegê-la do frio nos dias mais rigorosos do inverno.
  • Precisam de muita umidade, boa drenagem da água, e boa ventilação.

Floresce normalmente no outono, e sua floração dura em torno de 20 dias. Recomendo.

Seguem algumas fotos ilustrativas:

schomburgkia-crispa1-1

schomburgkia-crispa1-2

schomburgkia-crispa1-3

schomburgkia-crispa1-4

schomburgkia-crispa1-5

schomburgkia-crispa1-6

schomburgkia-crispa1-7

schomburgkia-crispa1-8

schomburgkia-crispa1-9

schomburgkia-crispa1-10

schomburgkia-crispa1-11

Schomburgkia crispa

schomburgkia-crispa1-alba

Schomburgkia crispa var. alba

IMAGENS: fonte pesquisa GOOGLE

Se você encontrar alguma foto de sua autoria neste blog, e desejar a remoção, por favor envie um e-mail para  que a mesma seja retirada imediatamente. Obrigado.

 

Anúncios

2 pensamentos sobre “Schomburgkia crispa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s