Dendrobium harveyanum

Dendrobium é um dos gêneros mais difundidos, cultivados e comercializados da família Orchidaceae.

 O nome deste gênero  deriva da união de duas palavras gregas: dendron, que significa “árvore”, e bios, que significa “vida”; referindo-se à maneira como vivem a maioria das espécies deste gênero, ou seja, a sua natureza epífita.

 A maioria das espécies de Dendrobium são originárias do sudeste Asiático, e da Oceania.

Resultado de imagem para sudoeste asiatico e oceanis

Dendrobium – Mapa ocorrência

 O primeiro nome utilizado para as espécies deste gênero foi Callista, proposto em 1790 pelo jesuíta, missionário, paleontologista, médico e botânico português João de Loureiro (1710 – 1791). Nove anos depois, em 1799, o renomado botânico sueco Olof Peter Swartz (1760 – 1818, sugeriu o nome Dendrobium. Olof foi o primeiro botânico especializado em  orquídeas, e descreveu vários gêneros, como Oncidium, Stelis, Lephante, Malaxis, Cranichis e Vanilla.

 Este gênero já foi um dos maiores da família Orchidaceae, com mais de 1200 variedades.  Porém, em 2002 os botânicos australianos Mark A. Clements e David Lloyd Jones publicaram uma revisão completa deste gênero. Assim, apenas 45d0 espécies permaneceram em Dendrobium, e as plantas restantes foram repartidas nos seguintes gêneros: Abaxianthus, Anisopetala, Aporum, Australorchis, Bolbidium, Bouletia, Cadetia, Callista, Cannaeorchis, Cepobaculum, Ceraia, Ceratobium, Chromatotriccum, Coelandria, Conostalix, Davejonesia, Dendrobates, Dichopus, Diplocaulobium, Distichorchis, Dockrillia, Durabaculum, Eleutheroglossum, Eriopexis, Euphlebium, Eurycaulis, Exochanthus, Flickingeria, Grastidium, Herpethophytum, Ichthyostomum, Inobulbum, Kinetochilus, Leioanthum, Maccraithea, Microphytanthe, Monanthos, Oxyglossellum, Pedilonum, Sarcocadetia, Sayeria, Stelbophyllum, Tetrabaculum, Tetrodon, Thelychiton, Thicuania, Trachyrhizum, Tropilis, Vappodes, e Winika.

 Agora vamos ao estudo da orquídea do dia. Mais uma das tantas maravilhas das espécies deste gênero. O espetacular Dendrobium harveyanum, uma orquídea exótica e encantadora.

 O nome desta espécie, harveyanum, é uma homenagem ao inglês Enoch Harvey, da cidade de Aigburth, perto de Liverpool, que foi o primeiro europeu a conseguir fazer esta planta florescer.

Resultado de imagem para Aigburth

Centro de Aigburth (Inglaterra)

 Sinonímia: Callista harveyana.

 Trata-se de uma planta de hábito epífita e originária da Birmânia, Tailândia, Vietnã e sul da China, que pode ser encontrada vegetando fixada em grossos troncos de árvores localizadas entre 1000 e 1700 metros de altitude, onde predomina o clima de monções.

 O clima de monções é um tipo de clima tropical que se manifesta de maneira mais visível nas regiões do sul e sudeste asiático. A principal característica dessa composição climática é a sua variação em duas fases bem definidas, uma com um inverno extremamente seco e outra com um verão de chuvas constantes e torrenciais. Esta informação já nos fornece muitas dicas para o cultivo.

Resultado de imagem para clima monçoes

Clima de monções

 Planta de médio porte e crescimento simpodial, com rizoma compacto e finos pseudobulbos sulcados e em forma de cana, que podem chegar a 30cm. Cada bulbo suporta de 2 a 10 folhas lanceoladas em sua parte terminal.

As hastes florais são ramificadas e pendentes podendo chegar a 15cm de comprimento. Brotam do terço superior dos bulbos velhos e caducos, e suportam em média 7 magníficas flores.

Estas flores tem em média 5cm de diâmetro. Toda a flor é de cor chamativa e vibrante. Um intenso amarelo-ouro. Mas, o ponto forte desta flor são as pétalas e labelo, densamente filamentados. Ou, utilizando um vocabulário mais grosseiro, podemos dizer que a flor aparenta ser “peluda”. Chamem como quiserem. O que importa é a beleza da flor… um show!!!!

Floresce na primavera e sua floração dura em torno de 15 dias.

É uma planta considerada de difícil cultivo fora de seu habitat. Para quem quiser se aventurar seguem algumas dicas:

  • Sugiro cultivar o Dendrobium harveyanum fixado em troncos ou cascas de árvores, e com muitas raízes expostas.
  • Se sua opção for cultivo em vaso ou caixeta, então utilize um substrato confeccionado com partes iguais de casca de pinus, carvão vegetal e esfagno. Recomendo cultivo de forma suspensa, ou então será necessário tutorar a planta.
  • Cuidado com água acumulada no fundo. O substrato deve ser arejado e drenar a água imediatamente.
  • Esta planta precisa de uma boa luminosidade. Sugiro cultivo com 40 a 50% de sombreamento e temperaturas entre 5 e 35 graus.
  • A principal dica para o cultivo desta planta já foi mencionada: muita água na primavera e no verão. A partir de outono diminuir as regas e, no inverno, stress hídrico. Apenas uma borrifada leve a cada 15 dias é suficiente.
  • Ainda, como na maioria das plantas do gênero Dendrobium, é possível fazer a produção de mudas pelo processo de estaquia. Para tanto basta retirar bulbos velhos da planta e cortá-los entre os nós, em pequenos pedaços que, acomodados sobre uma “cama de esfagno”, rapidamente começarão a produzir novas plantas.

Seguem algumas fotos ilustrativas:

dendrobium-harveyanum-1

dendrobium-harveyanum-2

dendrobium-harveyanum-3

dendrobium-harveyanum-4

dendrobium-harveyanum-5

dendrobium-harveyanum-6

dendrobium-harveyanum-7

dendrobium-harveyanum-8

dendrobium-harveyanum-9

dendrobium-harveyanum-10

dendrobium-harveyanum-11

dendrobium-harveyanum-12

IMAGENS: fonte pesquisa GOOGLE

Se você encontrar alguma foto de sua autoria neste blog, e desejar a remoção, por favor envie um e-mail para  que a mesma seja retirada imediatamente. Obrigado.

Anúncios

4 pensamentos sobre “Dendrobium harveyanum

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s