Coilostylis ciliaris

Coilostylis é um gênero botânico da família Orchidaceae, composto por apenas 8 espécies anteriormente subordinadas ao gênero Epidendrum. São elas:

  • Coilostylis ciliaris
  • Coilostylis clavatum
  • Coilostylis falcata
  • Coilostylis lacertina
  • Coilostylis oerstedii
  • Coilostylis parkinsoniana
  • Coilostylis pugioniformis
  • Coilostylis vivipara

Coilostylis é uma palavra composta originária do latim: coilo, que significa “curvo”, e stylis, que significa “coluna”, em referência ao formato da coluna de suas flores.

As plantas deste gênero são bem robustas, tem hábito epífita e apresentam forma de crescimento simpodial. Vegetam em florestas quentes e úmidas na faixa que se estende desde o sul do México até o norte do Brasil. Em nosso país podemos encontrar apenas 3 destas espécies.

Morfologicamente estas plantas são bem similares às tantas outras que compõem o gênero Epidendrum. O grande diferencial do gênero Coilostylis é o fato destas possuírem pseudobulbos, mesmo que algumas vezes estes não sejam óbvios.

Este gênero foi proposto em 1836 pelo botânico, naturalista e arqueólogo nascido na Turquia, mas de nacionalidade francesa, Constantine Samuel Rafinesque-Schmaltz (1783 – 1840). Na ocasião, Refinesque descreveu a flor “tipo” como Coilostylis emarginata, hoje um sinônimo de Coilostylis ciliaris, que é a planta do dia.

E que planta… (suspiros).

Resultado de imagem para espetacular gif animado

Esta orquídea é mais uma das prediletas de minha coleção. Sou fascinado pela beleza de suas flores. Show, show, show…

O nome desta planta deriva do latim: ciliaris, que significa “cílios”, em uma óbvia referência ao labelo franjeado de suas flores.

Esta linda planta é originária do sul do México, América Central e Brasil. Em nosso país pode ser encontrada na região amazônica de Amazonas, Pará e Amapá, bem como em áreas de restingas, e em regiões serranas do Maranhão, Piauí e Ceará.

Vegeta de forma epífita fixada nas partes altas de árvores, e ocasionalmente pode ser vista fixada em fendas de rochas, sempre em regiões montanhosas de florestas úmidas localizadas entre 500 e 1000 metros de altitude.

Sinonímia: Auliza cilaris; Aulizeum cilare; Coilostylis cuspidata; Coilostylis emarginata; Epidendrum ciliare; Epidendrum cuspidatum ; Encyclia ciliaris; Epidendrum ciliare var. brachysepalum; Epidendrum ciliare var. cuspidatum; Epidendrum ciliare var. minor; Epidendrum ciliare var. oerstedii; Epidendrum ciliare var. squamatum; Epidendrum ciliare var. typicum; Epidendrum ciliare var. viscidum; Epidendrum luteum; Epidendrum sanctalucianum; Epidendrum santalucianum; Epidendrum viscidium e Phaedrosanthus ciliaris.

O Coilostylis ciliaris é uma planta de grande porte, que forma lindas touceiras. Vegetativamente parece muito mais uma Cattleya que com uma planta do gênero Epidendrum.

Possui rizoma robusto, longo e ramificado com raízes velamentosas. Os pseudobulbos são grandes, roliços e longos, possuem entrenós e normalmente são monofoliados (algumas vezes bifoliados). As folhas são grossas, carnosas e de formato elíptico.

A floração é abundante e muito vistosa, em inflorescências apicais e arqueadas que suportam entre 1 e 6 flores de aproximadamente 8cm de diâmetro, deliciosamente perfumadas. Pétalas e sépalas de formato similar e de cor verde pálido, contrastando com um divino labelo branco e franjeado, que parece ter sido desfiado a mão. Um verdadeiro capricho da natureza.

***** LINDA  D+ *****

Floresce no verão e cada floração dura em torno de 30 dias.

Seguem algumas recomendações para cultivo bem sucedido:

  • Pode ser cultivada em cascas ou troncos de árvores, que é a minha sugestão, ou então em vasos de plástico ou caixetas de madeira.
  • Para a segunda opção, sugiro um substrato composto de partes iguais de casca de pinus, carvão vegetal e pedra brita.
  • Deve ser tutorada para evitar que os bulbos se quebrem, e também por questões estéticas.
  • Cultive esta planta com muita umidade e boa ventilação.
  • Cuidado com a drenagem. Esta planta não tolera excessos nas raízes, que apodrecem se ficarem encharcadas.
  • Gosta de bom nível de luminosidade. Recomendo cultivo em lugares com 40 a 50% de sombreamento.
  • Esta planta é originária de regiões quentes. Sugiro variações de 10 até 40 graus.

Seguem algumas fotos ilustrativas.

 

img_20170111_074538048

Foto: Juan Pablo Heller (planta da minha coleção fixada em placa de Peroba).

coilostylis-ciliaris-1

coilostylis-ciliaris-2

coilostylis-ciliaris-4

coilostylis-ciliaris-5

coilostylis-ciliaris-6

coilostylis-ciliaris-7

coilostylis-ciliaris-8

coilostylis-ciliaris-9

coilostylis-ciliaris-11

coilostylis-ciliaris-12

IMAGENS: fonte pesquisa GOOGLE

Se você encontrar alguma foto de sua autoria neste blog, e desejar a remoção, por favor envie um e-mail para  que a mesma seja retirada imediatamente. Obrigado.

Anúncios

2 pensamentos sobre “Coilostylis ciliaris

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s