Coppensia macronyx

 

Hoje vou falar de mais um gênero da família Orchidaceae muito discutido: Coppensia, que é formado por aproximadamente 20 espécies desmembradas recentemente do gênero Oncidium.

O nome deste gênero é uma homenagem ao historiador e ilustrador belga Bernard Coppens.

A planta do dia é a estupenda Coppensia macronyx, originária principalmente da Serra do Mar do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul, onde pode ser encontrada vegetando de forma epífita em matas sombrias e úmidas localizadas entre 500 e 1000 metros de altitude.

Resultado de imagem para regiao  sul

O nome da espécie, macronyx, deriva do latim, e é uma referência a uma calosidade no apêndice das flores em forma de chifre.

Anteriormente esta orquídea foi classificada como Oncidium  macronyx; Gomesa macronyx; Rhinocerotidium macronyx e Rhinocidium macronyx. O nome atual desta planta foi dado em 2010, pelos botânicos brasileiros Fábio de Barros e Vinícius Trettel Rodrigues.

A característica principal da flor desta planta é uma calosidade no disco do labelo, que se assemelha em termos de formato com um chifre de rinoceronte. Inclusive, esta orquídea é muito confundida com a Coppensia longicornu.

Aliás, é muito difícil diferenciar estas espécies. É necessário um exame mais detalhado dos aspectos taxonômicos. A Coppensia longicornu faz um ângulo reto entre os lobos do labelo, e o corno é comprido com a ponta bem fina e “afiada”. A Coppensia macronyx faz um ângulo mais agudo entre os lobos do labelo, e o corno é mais arredondado. Moleza!!!

Infelizmente a Coppensia macronyx já é difícil de encontrar em seu habitat natural. Calcula-se que nos últimos 50 anos esta planta sofreu perda de mais de 75% da cobertura vegetal, sendo agora categorizada como “Criticamente ameaçada de extinção“.

A planta possui rizoma curto com raízes velamentosas. Os pseudobulbos são bifoliados, cilíndricos e rugosos, lembrando o formato da fruta carambola.  As folhas são coriáceas e estreitas, medindo em média 15cm de comprimento. A inflorescência é magnífica: haste pendente e ramificada que pode chegar a 50cm de comprimento, suportando normalmente até uma centena de flores de aproximadamente 1,5cm de diâmetro.

coppensia-macronyx4

As flores são lindas e delicadas. Sépalas e pétalas de cor amarelo esverdeado e maculado de marrom. No labelo o amarelo, laranja e marrom se misturam para formar uma obra de arte.

O meu exemplar desta planta esta fixado em uma placa de madeira.  Um show!!!

coppensia-macronyx2

 

coppensia-macronyx3

Seguem algumas dicas para cultivo:

  • Sugiro cultivar a Coppensia macronyx  fixada em troncos ou cascas de árvores, com muitas raízes expostas. Esta planta precisa de grande aeração nas raízes.
  • Se sua opção for cultivo em vaso ou caixeta, então utilize um substrato confeccionado com partes iguais de casca de pinus, carvão vegetal e esfagno.
  • Cuidado com água acumulada no fundo. O substrato deve ser arejado e drenar a água imediatamente.
  • Sugiro cultivo com 60% de sombreamento, e temperaturas entre 5 e 35 graus.

Floresce no final da primavera e sua floração dura em torno de 45 dias.

A seguir relaciono algumas fotos desta orquídea:

coppensia-macronyx-1

 

coppensia-macronyx-2

 

coppensia-macronyx-3

 

coppensia-macronyx-4

 

coppensia-macronyx-5

 

coppensia-macronyx-6

 

coppensia-macronyx-7

 

coppensia-macronyx-8

 

coppensia-macronyx-11

 

IMAGENS: fonte pesquisa GOOGLE

Se você encontrar alguma foto de sua autoria neste blog, e desejar a remoção, por favor envie um e-mail para  que a mesma seja retirada imediatamente. Obrigado.

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s