Dryadella zebrina

dDryadella é um gênero da família Orchidaceae, que foi desmembrado do gênero Masdevallia em 1978, pelo botânico americano Carlyle August Luer.

O nome deste gênero, Dryadella, é uma referência mitológica às Dríades (ninfas que viviam nas florestas). De acordo com uma antiga lenda, cada Dríade nascia junto com uma determinada árvore, da qual ela exalava. A Dríade vivia na árvore ou próxima a ela. Quando a sua árvore era cortada ou morta, a divindade também morria. Segundo a mitologia, os deuses castigavam severamente quem destruía uma árvore.

Resultado de imagem para driade rpg

Existem pouco mais de cinquenta espécies de Dryadella espalhadas pela faixa que se estende desde a Guatemala até o sul do Brasil. Apresentam crescimento simpodial e habitam de forma epífita em florestas úmidas e sombrias, em altitudes que variam desde o nível do mar até 2500 metros.

São todas plantas de pequeno porte e que entram na classificação de mini ou micro-orquídea.

Agora a orquidea do dia, a estupenda Dryadella zebrina, que recebeu este nome pela pintura estampada em suas flores, que teoricamente lembra a pelagem de uma zebra.

dryadella-zebrina-zebra

Esta planta foi descrita em 1905 pelo biólogo austríaco Otto Porsch (1875 – 1959) que, na época, batizou a mesma como Masdevallia carinata.

Antes de chegar ao nome Dryadella, esta planta ainda foi classificada como Masdevallia zebrina.

Planta originária da Bolívia, Peru e Brasil, onde pode ser encontrada na Mata Atlântica das regiões sul e sudeste.

Apesar de compacta, esta planta forma lindas touceiras. Rizoma curto com raízes cobertas por tecido velame. É desprovida de pseudobulbos. Folhas pequenas, estreitas e coriáceas de até 4 cm de comprimento brotam do rizoma. A inflorescência é curta e uniflora. As flores tem entre 1,0 e 1 ,5cm de diâmetro, sendo esta orquídea, a de flores maiores dentre as espécies deste gênero.

Continuando a falar sobre as flores, vou tentar descrever o colorido das mesmas, que é simplesmente divino. Sépalas e pétalas amarelas densamente pintalgadas de marrom avermelhado. O labelo é diminuto e bem escuro, com a predominância da cor vermelha.

As pétalas da Dryadella zebrina são muito pequenas na comparação com as sépalas, medindo no máximo 4mm de comprimento. Visualmente parece que a flor não possui pétalas. Aliás, esta característica é de todas as plantas deste gênero.

Seguem algumas dicas para cultivo:

  • Sugiro cultivar esta planta fixada em pequenos troncos (galhos) ou cascas de árvores, aplicando um pouco de esfagno junto às raízes, para manter a planta úmida por um período maior de tempo.
  • Se sua opção for cultivo em vaso ou caixeta, então utilize um substrato confeccionado com partes iguais de casca de pinus, carvão vegetal e esfagno. Os dois primeiros itens bem triturados.
  • Não deixe água acumulada no fundo. O substrato deve ser arejado e drenar a água imediatamente.
  • Preciso de muita sombra. Sugiro cultivo com 70% de sombreamento, e temperaturas entre 5 e 35 graus.

Floresce no verão e sua floração dura em torno de 20 dias.

Seguem algumas fotos:

dryadella-zebrina-1

dryadella-zebrina-2

dryadella-zebrina-3

dryadella-zebrina-4

dryadella-zebrina-5

dryadella-zebrina-6

dryadella-zebrina-7

dryadella-zebrina-8

dryadella-zebrina-9

dryadella-zebrina-10

dryadella-zebrina-11

IMAGENS: fonte pesquisa GOOGLE

Se você encontrar alguma foto de sua autoria neste blog, e desejar a remoção, por favor envie um e-mail para  que a mesma seja retirada imediatamente. Obrigado.

Anúncios

2 pensamentos sobre “Dryadella zebrina

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s