Caularthron bicornutum

 

Caularthron é um pequeno gênero composto por apenas 4 espécies originárias da América do Sul e América Central.

O nome deste gênero é uma palavra composta e derivada do grego: kaulos, que significa “caule”, e arthron, que significa “articulado”, em referência à aparência de articulações que existem nos pseudobulbos desta planta.

Hora de falar da planta do dia, o incrível Caularthron bicornutum. O nome é muito feio, mas a flor é maravilhosa. Não é a toa que na América Central é conhecida popularmente como “orquídea de la Virgen Maria”.

Resultado de imagem para virgem maria

 

Planta de médio porte e crescimento simpodial, originária da faixa que se estende deste Trinidad Tobago até a região localizada ao norte do rio Amazonas, onde vegeta de forma epífita perto do mar, rios e penhascos localizados em altitudes que variam desde o nível do mar até 800 metros.

Resultado de imagem para trinidad tobago

O nome desta espécie é um epíteto latino que significa “com dois chifres”, em referência a duas projeções do calo desta planta.

Anteriormente esta planta foi classificada como Diacrium amazonicum; Diacrium bicornutum e Epidendrum bicornutum.

Planta de médio porte e que forma lindas touceiras, com rizoma grosso e pseudobulbos ocos (característica marcante deste gênero), e que normalmente são utilizados de abrigo por diversas espécies de formigas (normalmente encontramos entradas nas bases dos pseudobulbos mais antigos). Estes longos pseudobulbos chegam a 30cm de comprimento e suportam entre 2 e 3 folhas elípticas de aproximadamente 20 x 5cm.

Lindas inflorescências racemosas e eretas que surgem da base dos bulbos mais jovens, e que podem chegar a 70cm de comprimento, suportando até 20 flores que abrem em sucessão.

As flores são cerosas e muito perfumadas. Sépalas e pétalas de cor branca, com labelo pintalgado de vermelho escuro e calo amarelo brilhante. Um SHOW de beleza.

Seguem algumas dicas para o cultivo:

  • Por ser uma planta pesada e de longos bulbos, sugiro cultivar o Caularthron bicornutum em vasos de plástico ou caixetas de madeira.
  • Utilizar substrato confeccionado com partes iguais de casca de pinus, pedra brita, esfagno e carvão vegetal.
  • Cuidado com a drenagem. Não deixe acumular água no fundo do vaso.
  • Sugiro ainda um cultivo com 50% de sombreamento e temperaturas entre 10 e 35 graus.

Floresce na primavera e sua floração dura em média duas semanas.

Seguem algumas fotos ilustrativas:

caularthron-bicornutum-1

caularthron-bicornutum-2

caularthron-bicornutum-3

caularthron-bicornutum-4

caularthron-bicornutum-5

caularthron-bicornutum-6

caularthron-bicornutum-7

caularthron-bicornutum-8

caularthron-bicornutum-9

caularthron-bicornutum-10

IMAGENS: fonte pesquisa GOOGLE

Se você encontrar alguma foto de sua autoria neste blog, e desejar a remoção, por favor envie um e-mail para  que a mesma seja retirada imediatamente. Obrigado.

 

Anúncios

2 pensamentos sobre “Caularthron bicornutum

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s