Calanthe vestita

Este interessante gênero da família Orchidaceae, foi descrito em 1833 por Nathaniel Wallich (28/01/1786 – 28/04/1854), médico cirurgião, botânico e pteridólogo dinamarquês. Só isso.

É composto por aproximadamente 220 espécies, de hábito predominantemente terrestre. São originárias de várias partes do mundo: Madagascar, Austrália, México, América Central, Antilhas, diversas ilhas do Oceano Pacífico e do Oceano Índico, além do sudeste asiático (China e Índia), o grande centro de dispersão destas plantas.

O nome deste gênero, Calanthe, significa “bela flor”. Trata-se de uma palavra composta derivada do grego: kalos, que significa “belo”, “lindo”, e anthos, que significa “flor”.

A principal característica do gênero Calanthe é o fato de se tratar de plantas decíduas (perdem suas folhas durante o período de seca).

A planta de hoje é a Calanthe vestita, é originária  de Vietnã, Cambodja, Tailândia, Myanmar, Malásia, Sumatra, Bornéu e Sulawesi, onde vegeta de forma terrestre em bosques de solos ricos em pedras calcárias, localizados entre 500 e 1000 metros de altitude.

calanthe-vestita-mapa

O nome desta espécie, vestita, deriva do latim: vestitus, que significa “vestido”, “com roupas”. Pesquisei mas não descobri o porquê deste nome. Será que a flor lembra uma saia ou alguma peça de vestuário? Não sei. Agradeço se alguém souber e puder informar.

Esta espécie já foi classificada como Alismorchis vestita; Amblyglottis pilosa; Calanthe barberiana; Calanthe darblayana; Calanthe hennisii; Calanthe inquilinax; Calanthe masuca var. luteo-oculta; Calanthe masuca var. nivalis; Calanthe melinosema; Calanthe padangensis; Calanthe pilosa; Calanthe regnieri; Calanthe stevensiana; Calanthe stevensii; Calanthe turneri; Calanthe turneri var. nivalis; Calanthe vestita var. fournieri; Calanthe vestita var. igneo-oculata; Calanthe vestita var. lútea; Calanthe vestita var. oculata-gigantea; Calanthe vestita var. oweniana; Calanthe vestita var. rubra-oculta; Calanthe vestita var. sumatrana; Calanthe vestita var. turneri; Calanthe vestita var. williamsii; Calanthe violacea; Calanthe williamsii; Cytheris griffithii; Phaius vestitus; Preptanthe vestita e Preptanthe villosa. UFA !!!

Trata-se de uma planta de médio porte e crescimento simpodial. Rizoma curto e robusto com pseudobulbos em forma de pirâmides tetragonais. As folhas são lanceoladas (em forma de lança), acuminadas (pontiagudas), e decíduas (também conhecidas como caducas).

A inflorescência é basal e racemosa. Surge quando a planta já perdeu todas as folhas. Uma longa haste que pode chegar a um metro de comprimento, suportando entre 5 e 15 flores espetaculares.

As flores tem em média 7cm de diâmetro e apresentam combinações diversas de cores. Normalmente pétalas e sépalas brancas, e labelo todo rosa ou branco com mácula bordô. Também podem ser inteiramente brancas (variedade alba), ou ainda ter o centro do labelo amarelo (variedade semi-alba). Em todo caso, todas são elegantes e charmosas. Um show de flor.

Floresce no final do inverno e a floração dura por aproximadamente 20 dias.

Para cultivo deixo as seguintes dicas:

  • Sugiro cultivar a Calanthe vestita em vaso plástico e fundo, como os utilizados para o plantio das orquídeas do gênero Cymbidium.
  • Para substrato recomendo um preparado feito com 50% de pedra brita, e a outra metade com um preparado combinando carvão vegetal, casca de pinus e areia grossa. Se possível adicione turfa ou folhas e galhos caídos no jardim.
  • Pode também ser cultivada em canteiros, com o mesmo substrato acima sugerido.
  • Utilize vasos com boa drenagem.
  • Diminua drasticamente as regas no período pré-floração que coincide com o começo do inverno.
  • Cultive a planta em local bem ventilado.
  • Uma informação importante para o correto cultivo desta planta, é a forma de divisão. Diferentemente da grande maioria das orquídeas, cuja divisão de touceira deve ser feita deixando pelo menos 3 bulbos em cada parte, no caso da Calanthe isto é diferente. Um único bulbo é suficiente para garantir a inflorescência. Sugiro dividir os bulbos após a floração, antes que os bulbos traseiros acabem murchando e apodrecendo.
  • E, por último, sugiro cultivo com 50% de sombreamento e temperaturas entre 10 e 35 graus.

Seguem algumas fotos ilustrativas:

calanthe-vestita-1

calanthe-vestita-2

calanthe-vestita-3

calanthe-vestita-4

calanthe-vestita-5

calanthe-vestita-6

calanthe-vestita-7

calanthe-vestita-8

calanthe-vestita-9

calanthe-vestita-11

calanthe-vestita-12

calanthe-vestita-13

calanthe-vestita-15

calanthe-vestita-16

calanthe-vestita-14

IMAGENS: fonte pesquisa GOOGLE

Se você encontrar alguma foto de sua autoria neste blog, e desejar a remoção, por favor envie um e-mail para  que a mesma seja retirada imediatamente. Obrigado.

Anúncios

8 pensamentos sobre “Calanthe vestita

  1. pabloheller……obrigada pelas explicacoes bem explicadinhas…estava com curiodade para saber mais sobre a Calante….gostaria de saber se
    posso plantar mais de um bulbo no mesmo vaso…gostaria de varias hastes e belas floradas..se puder me orientar ficarei muito agradecida…beijos..

    Curtido por 1 pessoa

    • Agradeço por tua participação. Você é muito bem vinda. Eu sugiro separar os bulbos individualmente para ter mais inflorescências. Você pode plantar estes bulbos num mesmo vaso ou em vasos separados. Continue participando. Boa sorte. ABS 😀

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s