Paphiopedilum delenatii

 

O nome deste gênero deriva da latinização de duas palavras gregas: Paphos, cuja tradução sería “epíteto de Vênus” (títulos sagrados usados no culto da deusa romana Venus); e pédilon, que significa “sandália”, numa referência à forma de seu labelo.

Este gênero compreende cerca de cem espécies, distribuídas desde a Índia até a China e às Ilhas Salomão. Todas de crescimento simpodial e habitat predominantemente terrestre, com algumas poucas adaptações epífitas ou rupícolas.

No Brasil as orquídeas deste gênero são conhecidas popularmente como “Sapatinhos” e, em outros países, como “Sandália de Vênus”.

Todas as espécies do gênero Paphiopedilum caracterizam-se por um labelo que se assemelha a uma taça ou saco, com uma sépala dorsal proeminente e com as sépalas laterais parcial ou totalmente fundidas (sinsépalas).

Hoje vou falar do fantástico Paphiopedilum delenatii, a planta do dia, uma orquídea esplêndida, e que foi descoberta 1922 no sul do Vietnã.

O nome desta espécie é uma homenagem a Mr. Delenat, diretor do Botanical Gardens of Saint-Germain-en-Laye, na França.

Embora esta planta possa ser encontrada em algumas regiões da China, o grande centro de dispersão desta orquídea é o Vietnã, onde habita de forma terrestre e rupícola em florestas primárias. Vegeta em solos ácidos e ricos em silicatos, ou ainda em fendas de rochas cobertas de musgo, sempre em altitudes compreendidas entre 500 e 1200 metros.

O Paphiopedilum delenatii já foi abundante nas florestas vietnamitas. Porém, a Guerra do Vietnã (1955 – 1975) devastou por completo o habitat desta planta. Lamentável. Atualmente ela está praticamente extinta na natureza. Os exemplares que encontramos em orquidários e lojas do ramo, são fruto de reprodução em laboratório.

Anteriormente esta planta já foi classificada como Cypripedium delenatii; Paphiopedilum delenatii f. albinum; Paphiopedilum delenatii f. lutescens e Paphiopedilum delenatii f. vinicolor.

Planta de pequeno porte, e muito ornamental, mesmo quando desprovida de flores. Chamativas e vistosas folhas malhadas em tons de verde claro e escuro. Haste floral longa e de cor avermelhada, de aproximadamente 20cm de comprimento, suportando normalmente uma única flor (raramente 2 ou 3 abertas simultaneamente em uma mesma haste).

As flores são belíssimas. Pétalas, sépala dorsal e sinsépalas de cor branca, e labelo de cor predominante rosa, maculado de amarelo e pintalgado de vermelho.

Seguem algumas recomendações para cultivo:

  • Utilize vasos de plástico ou caixetas, e com substrato composto por partes iguais de turfa, esfagno, casca de pinus e carvão vegetal (os dois últimos bem triturados).
  • Regar diariamente nas estações quentes, e com significativa redução no inverno.
  • O Paphiopedilum delenatii precisa de boa sombra e muito calor. Recomendo cultivo em lugares com 60 a 70% de sombreamento, e temperaturas entre 15 e 40 graus. Nunca exponha esta planta a sol pleno.

Floresce no verão e sua floração dura em torno de 20 dias.

A seguir mostro algumas imagens desta estupenda orquídea:

 

paphiopedilum-delenatii1

 

paphiopedilum-delenatii2

 

paphiopedilum-delenatii3

 

paphiopedilum-delenatii4

 

paphiopedilum-delenatii5

 

paphiopedilum-delenatii8

 

paphiopedilum-delenatii9

 

paphiopedilum-delenatii10

 

IMAGENS: fonte pesquisa GOOGLE

Se você encontrar alguma foto de sua autoria neste blog, e desejar a remoção, por favor envie um e-mail para  que a mesma seja retirada imediatamente. Obrigado.

 

 

 

Anúncios

4 pensamentos sobre “Paphiopedilum delenatii

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s