Phymatochilum brasiliense

 

Phymatochilum é um gênero monotípico desmembrado recentemente do gênero Oncidium.

A orquídea do dia, que obviamente é a única planta representante deste gênero, é o Phymatochilum brasiliense, mais uma das preferidas da minha coleção. Não tem como não se apaixonar por uma haste densamente florida como a desta planta. Um SHOW !!!

O  nome da espécie deriva do grego: phymato, que significa “inchado”, e cheilos, que significa “lábio”, “labelo”, em referência ao formato do labelo. Já o nome da espécie é uma referência ao local de ocorrência desta planta, Brasil.

É uma planta de crescimento simpodial, originária Mata Atlântica de Pernambuco, Bahia, Espírito Santo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, São Paulo e Paraná, que pode ser encontrada vegetando de forma epífita em florestas secas e abertas, sempre em altitudes entre 600 e 1.300 metros.

Esta planta foi classificada anteriormente como Oncidium phymatochilum e Miltonia phymatochila.

Planta de médio porte, com rizoma curto e robusto, pseudobulbos arredondados, achatados e lisos quando jovens, e um pouco enrugados mais tarde, suportando uma única folha grossa, rígida e pouco flexível.

A inflorescência é basal. Uma longa haste que pode chegar a quase dois metros de comprimento, suportando mais de cem flores. Um verdadeiro espetáculo.

As flores tem em média 5cm de diâmetro. Sépalas e pétalas estreitas e retorcidas, com cor predominantemente verde e listradas de marrom. O labelo é uma aquarela completa… branco, marrom, verde e amarelo, incluindo ainda algumas pequenas pintas roxas, formam uma pintura alegre e simpática.

Planta muito fácil de cultivar. Seguem algumas dicas:

  • De preferência cultive o Phymatochilum brasiliense em cascas ou troncos de árvore.
  • Pode também ser cultivado em vasos de plástico ou caixetas de madeira, utilizando o uso de um substrato confeccionado com partes iguais de casca de pinus, esfagno e carvão vegetal. Cuidado com a drenagem. Não deixe acumular água no fundo do vaso.
  • Sugiro ainda um cultivo com 50% de sombreamento e temperaturas entre 10 e 35 graus.

Floresce no verão e sua floração dura em média 30 dias. Recomendo.

Seguem algumas fotos:

 

phymatochilum-brasiliense-1

 

phymatochilum-brasiliense-2

 

phymatochilum-brasiliense-4

 

phymatochilum-brasiliense-5

 

phymatochilum-brasiliense-6

 

phymatochilum-brasiliense-7

 

phymatochilum-brasiliense-8

 

phymatochilum-brasiliense-9

 

phymatochilum-brasiliense-10

 

IMAGENS: fonte pesquisa GOOGLE

Se você encontrar alguma foto de sua autoria neste blog, e desejar a remoção, por favor envie um e-mail para  que a mesma seja retirada imediatamente. Obrigado.

 

 

Anúncios

2 pensamentos sobre “Phymatochilum brasiliense

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s