Gongora bufonia

 

O nome deste gênero é uma homenagem a Don Antonio Caballero Gongora, bispo de Córdoba (Espanha), e vice-rei de Granada (México).

Ao todo são 76 espécies distribuídas desde o México até o sul do Brasil, com predominância na Amércia Central. Vegetam de forma epífita em florestas úmidas localizadas em altitudes que vão desde o nível do mar até 1000 metros de altitude.

As Gongoras são plantas de porte médio com grandes bulbos e folhas. Suas flores crescem em hastes pendentes e possuem formatos estranhos. As espécies deste gênero não utilizam beleza para atrair os polinizadores. Elas preferem usar armadilhas, assim como as Stanhopeas e as Coryanthes, parentes próximos.

A orquídea  do dia é a Gongora bufonia. Trata-se de uma planta de crescimento simpodial, que habita de forma epífita em florestas úmidas e sombrias do leste brasileiro, principalmente na Mata Atlântica das regiões sul e sudeste.

O nome desta espécie deriva do latim: bufo, que significa “sapo”, em referência ao formato das flores. Acho esta comparação um tanto quanto exagerada… pobre sapo.

Anteriormente esta planta foi classificada como Gongora maculata var. bufonia e Gongora irrorata.

A planta possui grandes pseudobulbos com formato que lembra a fruta carambola, e suportam 2 ou 3 grandes folhas finas.

A inflorescência da Gongora bufonia surge da base do pseudobulbo, e cresce de forma pendente. Estas hastes podem chegar a 80cm de comprimento, suportando até três dezenas de flores delicadamente perfumadas, e que possuem um diâmetro aproximado de 5cm. Pétalas e sépalas de cor bege ou rosa, pintalgadas de cor avermelhada.

Assim como a Coryanthes macrantha, já estudada, a Gongora bufonia também costuma viver em simbiose com formigas, e o seu principal agente polinizador são os zangões Euglossine. Observem com atenção a foto em destaque… as formigas passeando sobre a flor.

Seguem algumas dicas para cultivo:

  • Como a inflorescência é longa e pendente, é mandatório que o cultivo desta planta seja feito de forma suspensa, em vasos plásticos ou caixetas de madeira.
  • Sugiro um substrato confeccionado com partes iguais de casca de pinus, carvão vegetal e esfagno.
  • Esta planta não tolera muita luz. Recomendo um sombreamento de 60%.
  • Suporta temperaturas variando entre 5 e 35 graus.

Floresce na primavera e cada floração dura em média 15 dias.

Seguem algumas fotos ilustrativas:

 

gongora-bufonia-11

gongora-bufonia-1

gongora-bufonia-2

 

gongora-bufonia-4

gongora-bufonia-5

gongora-bufonia-6

gongora-bufonia-7

gongora-bufonia-8

gongora-bufonia-9

 

IMAGENS: fonte pesquisa GOOGLE

Se você encontrar alguma foto de sua autoria neste blog, e desejar a remoção, por favor envie um e-mail para  que a mesma seja retirada imediatamente. Obrigado.

Anúncios

4 pensamentos sobre “Gongora bufonia

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s