Sophronitis coccinea

Pequeno gênero composto por 10 plantas desmembradas do gênero Cattleya.

Em termos etimológicos, o nome deste gênero deriva do grego, sophron, que significa “pequeno”, “modesto”, em referência ao tamanho desta planta comparado com as demais Cattleyas.

Possuem como principais características o porte pequeno, os pseudobulbos agrupados e a coluna com 8 políneas. O colorido de suas flores é predominantemente vermelho e suas variedades podem possuir tonalidade rosa, amarela, e raramente branca (alba).

São plantas de crescimento simpodial e  hábito epífita, ocasionalmente rupícolas, e originárias das regiões sul e sudeste do Brasil, norte da Argentina e leste do Paraguai.

A Orquídea do dia é a Sophronitis coccínea. Espetacular planta que habita na  Serra do Mar do sul e sudeste do Brasil, em altitudes compreendidas entre 600 e 1400 metros. Pode ser encontrada em matas úmidas, fixada em troncos de árvores forrados de musgo.

Anteriormente esta planta foi classificada como Cattleya coccinea; Cattleya coccinea var. rossiteriana; Cattleya grandiflora; Eunannos coccinea; Hadrolaelia coccinea; Sophronia coccinea; Sophronia militaris; Sophronitis coccinea f. rossiteriana; Sophronitis coccinea var. borboleta; Sophronitis coccinea var. grandiflora; Sophronitis coccinea var. insolaris; Sophronitis coccinea var. militaris; Sophronitis coccinea var. rossiteriana; Sophronitis grandiflora; Sophronitis lowii; Sophronitis militaris e Sophronitis rossiteriana.

Esta planta possui rizoma compacto com pseudobulbos cilíndricos, alongados e monofoliados, que medem entre 2 e 3cm de comprimento. Suas folhas são mais escuras e apresentam uma veia longitudinal de cor marrom.

A floração normalmente é uniflora. Hastes com até 7cm de comprimento, suportando uma ou duas flores com 3 a 5cm de diâmetro. A flor “tipo” é de cor vermelho vibrante… maravilhosa… forte e chamativa. Não tem perfume. A beleza das formas e as cores são mais que suficientes para atrair polinizadores. Um verdadeiro show.

Planta fácil de cultivar. Seguem algumas dicas:

  • A melhor forma de cultivar esta planta é fixada em árvores, ou então em cascas, troncos ou galhos, e com muitas raízes expostas.
  • Se sua opção for cultivar esta planta em vaso ou caixeta, então utilize um substrato confeccionado com partes iguais de casca de pinus, carvão vegetal e pedra brita miúda.
  • Sugiro cultivo com sombreamento em torno de 50%.
  • Suporta temperaturas entre 10 e 35 graus. Sugiro protegê-la do frio nos dias mais rigorosos do inverno.
  • Precisa de muita umidade, boa drenagem da água, e boa ventilação.

Floresce entre os meses de abril e junho e, com certa frequência floresce mais de uma vez por ano. Cada floração dura em média 20 dias.

Seguem algumas imagens ilustrativas:

 

sophronitis-coccinea-1

sophronitis-coccinea-2

sophronitis-coccinea-3

sophronitis-coccinea-4

sophronitis-coccinea-5

sophronitis-coccinea-6

sophronitis-coccinea-7

sophronitis-coccinea-8

sophronitis-coccinea-10

sophronitis-coccinea-11

 

IMAGENS: fonte pesquisa GOOGLE

Se você encontrar alguma foto de sua autoria neste blog, e desejar a remoção, por favor envie um e-mail para  que a mesma seja retirada imediatamente. Obrigado.

 

 

Anúncios

6 pensamentos sobre “Sophronitis coccinea

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s