Neofinetia falcata

Hoje vou fazer uma pequena homenagem a uma grande amiga, que como eu é apaixonada por orquídeas, e que acaba de adquirir uma espécie simplesmente fabulosa. Uma das minhas plantas preferidas.

Grande aquisição Roberta. Muito em breve esta planta vai conquistar o seu espaço em tua casa, esbanjando a incrível beleza de suas elegantes flores brancas, e embriagando de paixão as pessoas que lá residem com seu agradável e sedutor perfume.

Vou falar de um pequeno gênero, de pequenas plantas, com pequenas flores, mas de gigantesca beleza. É o gênero Neofinetia, que compreende apenas 3 espécies: Neofinetia richerdsiana, Neofinetia xichangensis e Neofinetia falcata, a planta do dia, e que é conhecida popularmente como “orquídea samurai”.Resultado de imagem para samurai gif animado

No Japão antigo, jovens aprendizes que almejavam chegar a condição de samurai, eram enviados a uma das selvagens ilhas locais para coletar uma Neofinetia falcata. Tratava-se de uma aventura de alto risco. Ir até o berço dessas plantas fazia parte do treinamento dos guerreiros bushido, a elite dos lutadores japoneses, que demonstravam coragem e valentia ao enfrentar mares bravios, escalar montanhas escorregadias, avançar em meio ao vento e ao frio para simplesmente buscar uma dessas orquídeas.

O nome deste gênero, Neofinetia, é uma homenagem a Achille Eugène Finet, renomado botânico francês, autor da obra “Contributions a La Flore de L’Asie Orientale”. O prefixo grego Neo, que significa “novo”, foi acrescido para distinguir de outro gênero que também foi uma homenagem a este botânico.

Esta planta de pequeno porte tem hábito epífita, é originária do Japão, China e Coréia, e é encontrada em florestas úmidas em altitudes entre 400 e 1200 metros.

Esta orquídea anteriormente já foi classificada como Aerides thunbergii; Angorchis falcata; Angraecopsis falcata; Angraecum falcatum; Finetia falcata; Holcoglossum falcatum; Limodorum falcatum; Nipponorchis falcata; Oeceoclades falcata; Oeceoclades lindleyi; Orchis falcata; Orchis fuciflora; Vanda falcata e Vanda pygmaea.

Uma curiosidade sobre esta planta, é que durante o dia tem um agradável e suave aroma, e no período da noite este perfume fica muito mais intenso, no intuito de atrair polinizadores noturnos, como as mariposas.

O crescimento da planta é monopodial, floresce no outono e no verão e sua flor chega a 3cm de diâmetro, com hastes de até 5cm.

A floração dura em torno de 15 dias, gosta de 50% de sombreamento, suporta temperaturas entre 15 e 35 graus.

Para seu cultivo é recomendado uma mistura de casca de pinus, com esfagno e carvão vegetal, em caixeta pequena e suspensa, para que as raízes fiquem expostas. O cultivo em cidades mais frias também é tranquilo, desde que bem protegida nos dias mais rigorosos do inverno.

Atualmente alguns orquidólogos estão querendo mudar sua classificação para Vanda falcata, voltando para o gênero anterior desta planta. É difícil mudar para quem está acostumado a uma nomenclatura que impera há dezenas de anos. Para mim continuará sendo a simpática Neofinetia falcata.

Seguem algumas fotos,

neofinetia-falcata-1

neofinetia-falcata-3

neofinetia-falcata-4

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

neofinetia-falcata-6

neofinetia-falcata-7

neofinetia-falcata-8

neofinetia-falcata-9

neofinetia-falcata-10

neofinetia-falcata-11

neofinetia-falcata-12

 

IMAGENS: fonte pesquisa GOOGLE

Se você encontrar alguma foto de sua autoria neste blog, e desejar a remoção, por favor envie um e-mail para  que a mesma seja retirada imediatamente. Obrigado.

 

 

Anúncios

6 pensamentos sobre “Neofinetia falcata

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s