Coelogyne cristata

O infeliz nome deste gênero, Coelogyne, deriva da latinização de duas palavras gregas: koilos, que significa “cavidade”, e gyne, que significa “mulher”, numa referência à profunda cavidade estigmática do gênero, que segundo o autor, John Lindley, se assemelha à genitália feminina.

Deixando a etimologia de lado, as mais de 200 espécies que compõem este gênero são originárias do Sudeste Asiático, e também são encontradas em quase todas as ilhas do Sudoeste do Pacífico. Só em Bornéu existem quase 70 espécies.

Hoje vou falar um pouco de uma destas espécies, a Coelogyne cristata, conhecida como “orquídea rainha da neve”.

Esta planta, de hábito epífita, é natural das florestas úmidas do Himalaia, e forma grandes touceiras.

As flores tem 8cm de diâmetro, são brancas e possuem labelo decorado com filamentos amarelos. São leve e agradavelmente perfumadas.

A inflorescência é abundante, em hastes florais pendentes de 10cm.

Precisam de boa luminosidade, mas sem sol direto. 40 a 50% de sombreamento é o ideal. Podem ser cultivadas em áreas externas de nossas casas, sempre protegidas do sol e das chuvas intensas.

Suportam temperaturas entre 5 e 35 graus, e as temperaturas amenas da região sul do Brasil são ideais para o seu cultivo,

Sua flor dura em média 15 dias, e floresce no inverno.

Seguem algumas fotos,

FOTOS: Juan Pablo Heller

FOTOS: DIVULGAÇÃO

 

FOTOS: DIVULGAÇÃO

Coelogyne cristata var. alba

Anúncios

14 pensamentos sobre “Coelogyne cristata

    • Procure regar o vaso sempre que o substrato estiver seco, e adube normalmente. A cada 15 dias com adubo químico e a cada 2 meses com adubo orgânico. Esta planta vai bem se cultivada em área externa da casa, com 50% de sombreamento.

      Curtir

    • Bom dia Bernardette. Por ser uma planta originária da região do Himalaia, a Coelogyne cristata é uma orquídea que aprecia climas mais amenos. Não sei em que região você mora, mas aqui no sul esta planta se desenvolve muito bem. Como dica principal sugiro cultivar esta orquídea fora de estufa, ao ar livre, em lugar com sombreamento de aproximadamente 50%. Pode até receber raios solares diretor, desde que seja apenas no período matutino. Evite ficar mudando ela de substrato com frequência. As Coelogynes são muito sensíveis a mudanças. Adube a cada 10 dias. Se puder mande fotos da planta. Pode ser via WhatsApp (41-9677-4455). Boa sorte.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s